Serviços

ESG

A sigla ESG diz respeito ao conjunto de critérios nas áreas ambiental, social e de governança (Environment, Social and Governance) das empresas. Cada vez mais, os consumidores e investidores olham para estes critérios antes de tomar decisões. Do mesmo modo, e dada a urgência na implementação universal de critérios de sustentabilidade para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, a regulamentação europeia tem vindo a desenvolver várias diretivas (algumas delas obrigatórias para algumas empresas) no sentido de acelerar o alcance destes objetivos.

No início da jornada na Sustentabilidade é necessário fazer um diagnóstico às empresas no que diz respeito ao que já fazem nesta área e a averiguar em que áreas precisam de desenvolver novas estratégias, de modo a contribuírem para os ODS. Para além da análise da informação da empresa, este serviço inclui um benchmarking e análise das tendências no setor em termos de sustentabilidade.

A partir da identificação e auscultação dos principais stakeholders da empresa e da análise da sua cadeia de valor, é possível identificar os principais impactes que a empresa tem no ambiente e sociedade e que impactes pode sofrer no sentido inverso. Esta análise de dupla materialidade é cada vez mais exigida pelos investidores, respondendo aos requisitos da diretiva europeia CSRD, a qual considera também os riscos e oportunidades provenientes das alterações climáticas (TCFD). Os temas materiais setoriais do Global Reporting Initiative (GRI) são também considerados na análise de materialidade, tal como o alinhamento com a Taxonomia Europeia e respetivo DNSH (Do No Significant Harm).

Após a identificação dos principais temas materiais para a empresa, é definida uma estratégia de sustentabilidade que pode estar alinhada com os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) ou com eixos de atuação definidos pela empresa. Estes objetivos terão em conta também as diretivas em vigor que se aplicam à empresa, bem como outros requisitos setoriais. Para cada objetivo é definida uma meta que poderá ser quantitativa ou qualitativa.

Uma vez definidos os objetivos e metas a alcançar pela empresa na sua estratégia de sustentabilidade, é traçado um plano de ação ou roteiro para a sustentabilidade onde constam as atividades a desenvolver num determinado período temporal (2 a 4 anos), as suas métricas e indicadores-chave para monitorização periódica do alcance das metas definidas, e quais os responsáveis pela implementação dessas ações. De forma paralela e para ajudar na implementação do Roteiro de Sustentabilidade, ajudamos também as empresas no desenvolvimento de modelos de governança para a sustentabilidade, planos de envolvimento com os stakeholders, políticas de fornecedores e devidas diligências ao longo da cadeia de valor.

Ajudamos a empresas a elaborar os seus relatórios de sustentabilidade, com base nos standards da European Sustainability Reporting Standards (ESRS) da EFRAG e do Global Reporting Initiative (GRI). Realizamos também a verificação de relatórios de sustentabilidade de terceiras partes, seguindo a norma de verificação AA1000.

Adicionalmente, desenvolvemos projetos de comunicação das empresas sobre sustentabilidade.

Carbono e Circularidade

Portugal aprovou em 2021 a Lei de Bases do Clima que visa garantir que todas as políticas contribuem para o objetivo climático de atingir a neutralidade carbónica na Europa em 2050 e que todos os setores da economia e da sociedade desempenham o seu papel. Para tal é necessária uma redução das emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE) de 55% até 2030 em comparação com os níveis de 1990. O pacto ecológico europeu compromete-se, não só com a redução da emissão dos GEE, mas também na circularidade, a qual por sua vez está diretamente associada à poupança de recursos e diminuição de emissões na produção de novos materiais.

Realizamos cálculos e relatórios da pegada de carbono das empresas usando as ferramentas do GHG Protocol e seguindo a ISO 14067 /PAS 2050.

Realizamos análises do ciclo de vida (LCA) de produtos e serviços, sugerindo soluções de circularidade adaptadas a cada produto ou serviço.

Serviços de Ecossistemas

Todos os setores de atividade dependem, direta ou indiretamente, de recursos fornecidos pelos ecossistemas e causam impacte nos serviços que estes prestam, contribuindo para a sua degradação ou para a sua melhoria. A regulamentação europeia tem dado avanços nesta área, como é o caso da recente aprovação da Lei do Restauro da Natureza.

Calculamos o valor dos Serviços dos Ecossistemas das empresas, tais como: sequestro de carbono, regulação hídrica e conservação de biodiversidade.

Apoio à Certificação em Sustentabilidade

São cada vez mais os setores que têm o seu próprio programa de certificação em sustentabilidade. Existem vários referenciais nacionais e internacionais, cada vez mais valorizados pelo mercado e investidores, tal como no setor vitivinícola e olivícola. Nesta área temos parceiros que podem ajudar as empresas a candidatar-se a fundos europeus para apoiar a implementação destes processos.

Apoiamos e guiamos os produtores de vinho no cumprimento dos critérios necessários para a obtenção da certificação no Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA) promovido pela CVRA.

Apoiamos e guiamos os produtores de vinho no cumprimento dos resultados para os indicadores definidos para a obtenção da certificação no Referencial Nacional de Certificação de Sustentabilidade do Setor Vitivinícola (RNCSSV) promovido pela ViniPortugal.